SIMAPAN

Simapan
20

Crise faz consumo de salsicha e ovos crescer

A crise econômica vivenciada pelo Brasil nos últimos dois anos e os altos índices de desemprego levou a população a diminuir o seu poder aquisitivo e isso afetou a mesa das famílias brasileiras. Um levantamento divulgado pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo mostrou que a população reduziu em 1,45% o consumo de carnes em 2016.

Por outro lado, o consumo de ovos aumentou cerca de 5%, acompanhado de salsichas e cortes menos nobres de carne. Em artigo sobre o tema, intitulado “Dowsizing Proteico”, o diretor do IEA, Celso Luis Rodrigues Vegro, afirmou que, apesar do incremento de proteínas de boa qualidade na alimentação, verificado a partir de 2006, este consumo teve um queda de 19,12 milhões de toneladas para 18,85 milhões de toneladas de carne bovina, suína ou de frango entre 2015 e 2016.

Nesse período, a ingestão de ovos pela população brasileira saltou de 191 para 201 unidades por habitante ao ano.“Nas crises anteriores, quando havia uma restrição na renda das famílias ou elevação nos preços da carne bovina, imediatamente ocorria a substituição por carne de frango no cardápio cotidiano. O que se constata nesses dois últimos anos, contrariando períodos anteriores, foi a queda na comercialização de aves, como frango, peru e chester”, avaliou o diretor do Instituto.